Data do Evento: 01/03/2024 00:00 - 21/03/2024 23:59 Export event
S. João da Madeira celebra os poetas de abril.
/ Categorias: Poesia à Mesa

S. João da Madeira celebra os poetas de abril.

De 1 a 21 de março, S. João da Madeira recebe a 22ª edição do Festival Literário Poesia à Mesa.

O nosso Festival divulga um conjunto de poetas e as suas obras, indo ao encontro do público através de ações em locais e contextos inusitados, como restaurantes, fábricas, autocarros, mercado, escolas, para além dos equipamentos culturais habituais da cidade e o espaço público.

O Festival conjuga a Poesia dita, cantada, exposta, trabalhada, conversada e até pendurada na corda, com um programa que se constrói de palavras. E vai andar impressa em diversos materiais, desde aventais, toalhetes, passando também por receituários e lápis.

Desde o ano da sua criação, em 2003, o Festival já divulgou mais de 120 poetas e as suas obras. Este ano, dará destaque a Ary dos Santos, Fernando Assis Pacheco, Manuel Alegre, José Fanha, José Jorge Letria  e Maria Teresa Horta, numa edição dedicada à poesia de abril, com particular destaque para a sua postura e poesia de resistência contra o regime do estado novo.

Do vasto programa do festival consta a Exposição “Retrospetiva do Festival Literário Poesia à Mesa (2003-2023)”, em que a poesia será celebrada e revisitada nas paredes da Biblioteca Municipal numa espécie de ronda poética pelas várias edições do certame, e que ficará patente na Biblioteca Municipal entre março e abril. Inaugura a 2 de março.
Na tarde de 2 de março os mais pequenos vão fazer uma viagem sensorial e sonora pela floresta, numa encruzilhada de histórias e poemas, com Herbário, um manifesto poético e musical de O Som do Algodão, na Casa da Criatividade.

Na noite de 7 de março, a poeta Alice Neto de Sousa vai declamar/ler poemas autorais e de outros autores, com tradução e interpretação em Língua Gestual Portuguesa, em mais uma edição da Alternativa à 5inta, dedicada à poesia.
Alice Neto de Sousa procurará, através da poesia e da palavra “afiar a língua” para temas sociais emergentes com “O Falar das Folhas”, nas sedes de agrupamento de escolas Para uma conversa com os alunos do ensino secundário, ao ritmo deste público jovem.

“Quem é este gajo?” é um evento surpresa que vai ser apresentado na Biblioteca Municipal, no dia 8 de março.

Assumindo-se como o maior momento de envolvimento comunitário do Festival Poesia à Mesa, a “Peregrinação Poética” contará com a participação especial do ator e encenador André Gago, contando com as performances de 8 grupos da cidade e do comissário, Paulo Condessa, na tarde do dia 9 de março, no espaço público, entre a Biblioteca Municipal e a Praça Luis Ribeiro.

Num momento de convívio e partilha de poesia, a Tertúlia dos Poetas Sanjoanenses será conduzida pela professora e crítica literária Cristina Marques, no fim de tarde do dia 14 de março.

O Serão Poético contará com a presença do músico Fernando Tordo. Considerado um dos pioneiros da música de intervenção em Portugal, Fernando Tordo é o convidado de um serão mágico, pleno de poesia e música, conduzido pelo poeta José Fanha, na noite de 15 de março.

Da programação do festival, destaca-se o “Poetizando”, uma conversa sobre a vida e a poesia de José Fanha, orientada pela poeta e comunicadora Minês Castanheira, tendo lugar na Biblioteca Municipal a 16 de março.
Neste mesmo dia, da parte da manhã, o performer Paulo Condessa vai dizer um poema a cada pessoa com quem se cruza, sempre num ambiente festivo, entre o Mercado Municipal e as artérias da cidade – Arruada Poética.

O espetáculo de encerramento da 22ª edição do Festival Literário Poesia à Mesa acontecerá precisamente no Dia Mundial da Poesia, 21 de março, com Paulo de Carvalho, nome fundamental e decisivo na música portuguesa, dono de uma voz extraordinária que faz dele um intérprete inexcedível.

Da nossa programação, destacam-se ainda as Oficinas Poéticas nas escolas, para celebrar Abril, com Rita Sineiro; o Concurso de Poesia na Corda, em parceria com os Ecos Urbanos e com novos estendais poéticos; a Poesia no Restaurante com degustações poéticas do Paulo Condessa, do José Fanha, da Mariana Amorim e do grupo Sériùs; a Poesia na Fábrica que proporcionará momentos de recriação artística com atuações poéticas para e dos trabalhadores fabris da cidade. Está também prevista a circulação dos receituários médicos: Tome um poema pela sua saúde pelo Centro de Saúde e farmácias, um momento de Stand Up Poetry na Cerci e um momento de Poesia no Lar da Santa Casa da Misericórdia com o grupo Sériùs.

A poesia e os poetas de abril serão, assim, celebrados de forma singular pelos convidados desta edição, pelos leitores e pela cidade.

PROGRAMA:

Imprimir
246 Classifica este artigo:
5.0
Please login or register to post comments.